Andaluzia: dicas a reter

  • Como chegar à Andaluzia?

De avião, da Europa: O aeroporto de Málaga é o principal, mas há várias cidades na região, entre as quais Sevilha, com o seu próprio aeroporto. Jerez de la Frontera, Almería e Gibraltar são as restantes. Todos os aeroportos têm serviços de autocarro e de táxi para o centro da cidade, à exceção de Jerez de la Frontera que apenas dispõe de táxis.

De avião, fora da Europa: A maioria dos voos intercontinentais aterra em Málaga. O aeroporto está a 6 km do centro da cidade. Se quiser ir para outros pontos da Andaluzia, há comboios em direção a oeste e a leste. A região está bem servida de autocarros.

De carro: É possível chegar à Andaluzia de carro. As opções desde Portugal são variadas. Mais informação aqui. De Madrid, a viagem demorará aproximadamente um dia.

De comboio: Quem quer viajar desde Madrid até Sevilha, pode fazê-lo usando os comboios de longa distância ou os de alta velocidade, que param também em Córdoba. A viagem demora 2h30. De Barcelona, o tempo de viagem passa para nove horas. Ver horários da Renfe.

  • Requisitos de entrada na Andaluzia

Para os cidadãos da União Europeia, basta o Bilhete de Identidade ou o Passaporte. Para quem venha de fora do velho continente, é desejável a obtenção de informação junto das respetivas embaixadas.

  • Quando se deve ir

Para quem não suporta as altas temperaturas, os meses de Verão (de Junho a Outubro), com temperaturas quase sempre acima dos 40º, são de evitar. O Outono (de Outubro a Dezembro) é a altura indicada e por vários motivos. A temperatura é agradável, não há filas de turistas e é a época das festividades locais. Um prato cheio para quem quer conhecer a cultura local.

  • O clima

A temperatura média anual ronda os 18 graus. No litoral, as temperaturas máximas atingem facilmente os 30º e a mínima 15º. No interior, que deve ter em conta caso queira ver Sevilha, Córdoba ou Granada, as temperaturas variam entre os 12º de Janeiro e os 38º de Agosto.

  • Que roupas levar

Roupas de linho e algodão protegem melhor o corpo do calor do Verão. Um chapéu é útil. Se vai para as praias do litoral, protetor solar não pode faltar.

  • Fuso horário e eletricidade

O fuso horário é o da Europa Continental Ocidental, GMT + 1 hora. A corrente elétrica é de 220 V e as tomadas são de pinos redondos.

  • O imperdível na Andaluzia

Além da catedral de Sevilha e da Giralda, é impensável não ver também o Real Alcázar. Se quer conhecer a fundo a região, deve colocar no seu itinerário o centro histórico de Córdoba e a Grande Mesquita, o grande complexo Alhambra (Granada), a cidade de Cádiz (no litoral), a sierra Nevada (depois dos Alpes, a segunda cadeia montanhosa na Europa mais alta), as vilas de Baeza e Úbeda, Ronda (o maior de todos os pueblos blancos), a Costa del Sol (com imensas praias e vilas piscatórias) e o parque Nacional Coto de Doñana, junto ao Guadalquivir.

Em Sevilha, capital da Andaluzia, além dos monumentos já citados nos posts anteriores, é desejável ver a Casa de Pilatos, a Fábrica Real de Tabacos, a Cartuja de Santa María de las Cuevas, o Archivo de Índias e o bairro de Triana.

  • Descontos em visitas a turismo

O melhor site de turismo da região pode ser encontrado em Andalucia.org. Também pode encontrar informações relevantes no Spain.info. Se pretende passar uma semana numa das cidades acima mencionadas, o desejável será fazer o cartão turístico da cidade (se tiver), que inclui transportes públicos grátis e descontos em entradas em monumentos e museus. A lista das cidades contempladas, os preços em causa e os descontos a reter podem ser consultados aqui.

  • O “evitável”

Beber água da torneira;
Ter atenção no Verão à qualidade da comida que lhe é servida;
Ter cuidado com as falsificações na hora de comprar recuerdos;
Ter atenção às visitas guiadas oferecidas por gente pouco habilitada em locais turísticos;
Evitar comer nas proximidades dos grandes monumentos: comida cara e com pouca qualidade;
Não receber flores dos vendedores de rua, porque oferecem primeiro e exigem um pagamento depois.

  • Os recuerdos que não devem faltar nas malas de viagem

A louça de barro de Granada;
O artesanato marroquino em Granada;
Xailes de seda bordada ou leques espanhóis tradicionais, típicos do flamenco;
Filigrana em prata e ouro proveniente de Córdoba e Granada;
Peças de mobiliário em mogno, de Cádiz;
Trabalhos em ferro e metal, de Úbeda;
Artigos de couro;
Cerâmica vidrada hispano-árabe;
Tecidos feitos à mão.

  • Alguns pratos e bebidas característicos da Andaluzia

Tapas – doces ou salgadas, são uma variedade infinita a conhecer somente na região;
Gazpacho – sopa fria de tomate;
Tortilha espanhola – omelete de batata com cebola frita em forma de bolo;
Patatas bravas – batatas fritas servidas com molho picante;
Sopas de peixe e marisco;
Lulas, cozinhas de toda a forma e feitio;
Paella andaluza – o arroz é aromatizado com açafrão e servido com muito peixe e marisco;
Toucinho do céu – pudim com leite
Xerez – vinho mais famoso da região, proveniente de Cádiz;
Cerveja Cruzcampo

  • Onde ver flamenco

Em Sevilha, os espetáculos mais conhecidos são os do El Palacio Andaluz, El Arenal, Auditorio Alvarez Quintero e Los Gallos;

em Jerez de la Frontera, La Taberna Flamenca e La Bulería;

em Cádiz, Juan Villar;

em Granada, Venta El Gallo e La Peña Platería;

em Córdoba, Tablao Flamenco Cardenal;

e em Almería, Peña el Taranto.

Os preços começam nos 30 euros.

BOA VIAGEM

Mapa de Andalucia | Fonte: Firstoasis.net

Anúncios

About Desporto: viajar

Jornalista de profissão, devorador de viagens por paixão. Sempre que me quiserem encontrar, vou estar por aí.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: