Cidade do Vaticano: história dos museus e dicas para não perder tempo

A história dos museus vaticanos

Museus Vaticanos

Museus Vaticanos

O interesse da Igreja Católica pela arte é antigo e deu frutos ao longo dos séculos. Desde a Idade Média, uma significativa colecção de arte foi sendo criada e mantida na antiga residência papal, o Patriarcado de Latrão. Mas só com Júlio II, em 1503, a Igreja Católica ganhou consciência museológica e um programa de aquisições que acabaria por dar origem ao Pátio de Belvedere, construído por Bramante. O objectivo era que o espaço acolhesse a colecção sistematizada pessoal das obras do papado e que haviam sendo descobertas e compradas por inteiro pela Igreja.

Mas a decisão inovadora de Júlio II viria a sofrer um duro revés no período da Contra-Reforma. Nessa altura, o papa Pio V decidiu mandar parte da colecção entretanto criada, como a estátua equestre de Marco Aurélio, para a zona do Capitólio. Era contra a compra de obras de arte relacionadas com a antiguidade pagã. Esta decisão daria origem aos Museus Capitolinos. Mas a importância da arqueologia foi crescendo, tendo-se Roma tornado no epicentro das escavações arqueológicas mundiais. E a Igreja Católica o seu primeiro “cliente”: açambarcava mais de um terço dos vestígios arqueológicos descobertos, bem antes de outros coleccionadores.

O espólio da Igreja Católica crescia a olhos vistos, tornando-se imperiosa a sua protecção. A Igreja Católica impediu a evasão de Itália destas antiguidades, chegando a comprar colecções inteiras a coleccionadores que iam falindo. O acervo crescia a um ritmo nunca antes esperado, justificando assim a criação do primeiro museu Vaticano: o Pio-Clementino. Estava dado o primeiro passo para que os museus vaticanos se estruturassem tal como hoje os conhecemos.

Contudo, Napoleão Bonaparte não teve contemplações quando chegou a altura de roubar à Igreja Católica parte da sua preciosa colecção de arte. A França seria o seu novo destino. O espólio só viria a ser devolvido mais tarde, altura em que o papa Pio VII compensou estas perdas com a aquisição de novas obras. Mandaria, paralelamente, criar o Museu Chiaramonti. Mais museus foram entretanto criados pelos papas Gregorio XVI e Pio IX. O interesse aquisitivo continuou bem aguçado ao longo do século XX, tendo sido criada a Pinacoteca Vaticana, num edifício paralelo ao já existente. Uma nova entrada para o complexo dos museus vaticanos viria a ser criada com o Jubileu de 2000.

A nova entrada tem instalações para vários serviços e acolhe o visitante que aí troca as reservas feitas via online e ingressa no mais magnífico acervo de arte alguma vez criado. No itinerário dos museus, será imprescindível passar pelo Museu Pio-Clementino, pela Galeria das Cartas Geográfica, pela Capela Sixtina, pelo Palácio Pontifício, entre outras.

A entrada

Dicas para não perder tempo: reserva online e como lá chegar

A reserva online é a melhor dica que posso dar para não perder tempo. As filas para os museus Vaticanos não têm fim e chegam a circundar as muralhas da Cidade do Vaticano. Há pessoas que ficam uma manhã quase toda à espera.

  • Compra e bilhete online: Escolha o idioma, a opção Bilhete Museus Vaticanos + Capela Sixtina, o mês, o número de participantes, o dia e horário, a quantidade de bilhetes (geralmente são Inteiros), o modo de pagamento e preencha os dados dos bilhetes (nome, sexo, idade, nacionalidade, email e língua). Um comprovativo de pagamento e reserva será enviado para o mail dado. Imprima-o e apresente-o no dia da visita.

Para quem compra o ingresso online, que custa 19 euros (15 é o valor do bilhete inteiro + 4 euros de taxa de reserva online), a fila de espera é muito, mas muito curta e a entrada é rápida. Não por acaso há duas filas de entrada nos museus Vaticanos. Não se engane na escolha da sua.

A longa espera, na fila reservada à compra online

O truque é apanhar a linha A do metro de Roma e sair na estação Ottaviano/S. Pietro/Musei Vaticani, na direcção Battistini. O autocarro 49 deixa-o à porta dos museus vaticanos. Também pode apanhar o 32, o 81 ou o 982 e caminhar cinco minutos até ao local.

Planta do Vaticano | D.R.

A primeira entrada é às 9 horas e a última às 16h. Os museus fecham às 18 horas. Vá cedo. Assim não fica muito tempo na fila, nem apanha grandes enchentes de turistas na primeira metade da manhã.

Normas a respeitar e mais dicas a reter:

  • Não é possível levar bebidas alcoólicas para dentro dos museus vaticanos;
  • Nem todas as malas, guarda-chuvas e outros objectos podem acompanhá-lo ao longo da visita, pelo que têm de ser deixados à entrada;
  • Há que ter cuidado na hora de escolher que roupa levar, sendo de evitar saias acima de joelhos ou blusas que deixam os ombros à mostra. A entrada na Capela Sixtina ou na Basílica de São Pedro pode ser-lhe barrada por este motivo;
  • É proibido tirar fotos dentro da Capela Sixtina e com flash dentro do resto dos museus vaticanos;
  • Sugiro que comece a visita pela Pinacoteca, edifício da direita e ande depois em direcção aos restantes museus. Este sentido contraria o circuito feito por 99,9% dos turistas;
  • Quando se encontra em Roma, o papa concede audiências colectivas nas manhãs de quarta-feira. Há que reservar bilhetes gratuitos antes, através da Prefeitura da Casa Papal (fax: 06 6988 5863).

Planta dos museus vaticanos | D.R.

Por onde começar?

Apesar de a minha visita aos museus vaticanos ter começado pela Pinacoteca, vou deixá-la para último aqui no Desporto: Viajar. Antes, falarei em pormenor das salas e obras de arte do museu Pío-Clementino, do Palácio Pontifício (que reúne diversos museus, salas e outros aposentos), da Galeria das Cartas Geográficas e da Capela Sixtina. Até lá.

Anúncios

About Desporto: viajar

Jornalista de profissão, devorador de viagens por paixão. Sempre que me quiserem encontrar, vou estar por aí.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: