Cidade do Vaticano: a capela Sistina, arte e teologia complexa

A Capela Sistina é considerada, talvez, a mais espantosa de entre o seu género em todo mundo. Uma verdadeira obra-prima da arte. E, à semelhança dos milhares de visitantes que todos os dias visitam os museus vaticanos, também eu só tinha o desejo de lá chegar. De ver com os meus olhos a jóia da coroa de Miguel Ângelo, bem com as suas diversas cenas bíblicas, nomeadamente a cena do Juízo Final. Mas, no terreno, a decepção foi o meu primeiro sentimento.

Exterior da capela Sistina | D.R.

Capela Sistina, perspectiva geral | D.R.

A entrada faz-se por uma portinha numa das laterais do altar da capela, o direito. E o interior é rectangular e, à primeira vista, minúsculo. O local está cheio de gente e não é possível sequer ter tempo e concentração para ver os frescos de que tanto se ouve falar neste mundo fora. É, de facto, muita gente. E a quantidade de seguranças cuja voz irrompe num espaço que se quer silencioso só ajuda a alimentar este sentimento de decepção. “No photo, no photo”, gritam, insistentemente, aos turistas, que descumprem as regras e tiram fotografias à socapa.

A Vida de Cristo, Parede norte, Capela Sistina

Esta conjugação de factores impediu-me de saborear como queria o momento de estar na Capela Sistina. Não sei se fui eu que coloquei a fasquia demasiado alta num momento que queria que fosse único, se foi esta conjugação de factores de que falei acima que acabou por estragar o momento. Talvez tenha sido uma mescla dos dois. Ainda assim, não há como não destacar o magnífico trabalho de Miguel Ângelo. Afinal, compreender a arte por detrás dos frescos da minúscula capela é crucial para saber porque estamos diante de um dos maiores arcos da arte maneirista e de toda a pintura ocidental.

A cena do Juízo Final, Miguel Ângelo, altar da capela Sistina | D.R.

Tal como a maior parte deve saber, a Capela Sistina não tem uma arquitectura que se possa considerar esplendorosa. Construída durante o pontificado de Sisto IV (razão pela qual se chama Sistina), entre 1475 e 1483, a capela destaca-se mesmo pela arte que exala de todos os seus poros: no chão, no tecto, nas paredes dos frescos, no mármore. De todos os lados. Na verdade, os frescos da capela não são apenas representações dos melhores artistas do Renascimento. Elas defendem uma tese teológica.

Os frescos visavam sublinhar a autoridade papal, questionada na época, ao representar a transferência do poder divino para o papa. No ciclo sobre a vida de Moisés, o papel incontestado deste e de Arão como representantes de Deus é confirmado no Castigo dos Rebeldes. Em frente a esta obra, a cena da Entrega das Chaves a São Pedro, de Perugino, faz a ligação entre o Velho e o Novo Testamento, com Cristo a entregar o controlo da Igreja a São Pedro e, desse modo, aos seus sucessores, os papas. A esta história, o tecto de Miguel Ângelo, desenvolvido ente 1508 e 1512, viria a acrescentar a história do Génesis, a Redenção e a Salvação. Neste ciclo de Génesis, vemos a expulsão do paraíso de Adão e Eva, que comeram o fruto da árvore da ciência do bem e do mal.

Castigo dos Rebeldes, Botticelli, capela Sistina | D.R.

Entrega das Chaves a São Pedro, Perugino, capela Sistina | D.R.

Expulsão de Adão e Eva do paraíso, Miguel Ângelo, capela Sistina | D.R.

Além dos frescos de Miguel Ângelo e de Perugino, destacam-se as pinturas de Boticelli, Ghirlandaio, Signorelli, Rosselii, Fra Diamante, Pinturicchio, Piero di Cosimo e Bartolomeu dela Gatta. As fotos dos frescos presentes neste blogue foram retiradas da Internet, dada a proibição de fotografar na capela, que falei há pouco. Não considerem uma heresia ou uma blasfémia os meus comentários iniciais. Trata-se apenas de uma opinião que resulta do modo como a experiência foi vivenciada. Até porque o mundialmente conjunto de frescos da Capela Sistina, que correspondeu às minhas expectativas por inteiro, continuará a fazer desta obra uma das mais espectaculares já criadas por todo o sempre pelo homem.

Esquema de frescos do tecto da Capela Sistina:

Tecto da Capela Sistina, Miguel Ângelo | D.R.

Esquema dos frescos da capela Sistina | D.R.

Pendentes (4 episódios ligados à salvação do povo de Israel):

4 – Judite e Holofernes: representa a história de Judite que seduziu e decapitou o general Holofernes / 6 – Davi e Golias: representa Davi matando o gigante Golias / 44 – Serpente de Bronze de Moisés: representa a serpente de bronze de Moisés que salvou os judeus picados pelas serpentes no deserto / 46 – Punição de Haman: representa Haman sendo punido por tentar armar a execução de todos os judeus do reino de Assuero.

Síbilas e profetas:

5 – Profeta Zacarias / 8 – Sibila Délfica / 10 – Profeta Joel / 16 – Profeta Isaías / 18 – Sibila Eritréia / 24 – Sibila Cumana / 26 – Profeta Ezequiel / 32 – Profeta Daniel / 34 – Sibila Pérsica /40 – Sibila Líbia / 42 – Profeta Jeremias / 45 – Profeta Jonas.

História central (as nove histórias da Génesis divididas em três grupos: a origem do universo, do homem e do mal):

9 – A embriaguez de Noé / 13 – Dilúvio universal / 17 – Sacrifício de Noé / 21 – Pecado original e a Expulsão de Adão e Eva do Paraíso / 25 – Criação de Eva / 29 – Criação de Adão / 33 – Deus separa a terra das águas / 37 – Deus cria o sol e a lua / 41 – Deus separa a luz das trevas.

Lunette e vele (as lunettes são frescos localizados na parte superior das paredes abaixo das vele e do lado oposto do Juízo Final, que representam os ancestrais de Cristo. Os frescos das vele são uma continuação do tema das lunettes):

1 – Eleazar e Matan / 2 – Jacó e José / 3 – Aquim e Eliúde / 7 – Azor e Sadoque / 11 e 12 – Josias, Jeconias e Salatiel / 14 e 15 – Zorobabel, Abiúde e Eliaquim / 19 e 20 – Osias, Jotão e Acaz / 22 e 23 – Ezequias, Manassés e Amon / 27 e 28 – Roboão e Abias / 30 e 31 – Asa, Josafá e Jorão / 35 e 36 – Salmom, Boaz e Obed / 38 e 39 – Jessé, Davi e Salomão / 43 – Aminadabe / 47 – Naassom.

Anúncios

About Desporto: viajar

Jornalista de profissão, devorador de viagens por paixão. Sempre que me quiserem encontrar, vou estar por aí.

2 responses to “Cidade do Vaticano: a capela Sistina, arte e teologia complexa”

  1. Bruna says :

    Excelente!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: