Egito: O templo que domina as margens do Nilo em Luxor

O templo de Luxor surpreende pela imponência que transmite, não estivesse este situado paredes-meias com uma das margens do Nilo, que banha a cidade de Luxor. Situado bem no centro da cidade, este templo é mais um excelente exemplo daquilo que torna a cidade na actual Meca dos turistas no vale do Nilo.

Fachada do templo de Luxor

Fachada do templo de Luxor

À semelhança do complexo de Karnak, também o templo de Luxor foi dedicado à tríade tebana de Amon, Mut e Khonsu, construído na 18.ª Dinastia por Amenthotep III e ampliado sucessivamente nos reinados seguintes por outros governantes. Ainda assim, este templo mantém-se surpreendentemente coerente, em contraste com aquilo que se verificou em Karnak, especialmente depois de ter sido ocupado no séc. III pelos romanos, que o viriam mais tarde a abandonar.

O arqueólogo Gaston Maspero descobriu o local apenas em 1881, depois de séculos soterrado debaixo de areia. Apenas a mesquita de Abu al-Haggag, construída pelos árabes no séc. XIII, manteve-se de pé sobre as areias acumuladas ao longo de muitos anos.

O acesso ao templo é feito por mais uma avenida de esfinges (mais uma nesta infinidade de templos existentes em Luxor), que se prolongava antigamente desde este templo até Karnak. Uma distância ainda considerável. Dois enormes colossos de Ramsés sentado e um enorme obelisco de granito rosa com 25 m de altura ladeiam a entrada do templo.

IMG_2595

A fachada

Os colossos de Ramsés

Os colossos de Ramsés

Para lá do primeiro pilone, fica o pátio de Ramsés II, com a mesquita elevando-se a leste. A altura desta demonstra bem a profundidade de detritos sobre os quais o templo esteve enterrado. Duas filas de colunas, em forma de papiro, ladeiam o pátio, intercaladas por mais colossos de Ramsés II.

A mesquita de Abu al-Haggag

A mesquita de Abu al-Haggag

IMG_2617

A colunata “colossal”

Outras estátuas de Ramsés II, desta vez em granito preto, guardam a entrada do templo original, que começa com a inebriante colunata de Amenthotep III. A avenida tem 14 colunas! Esta colunata conduz, posteriormente, ao pátio de Amenthotep III, que se destaca pelas filas duplas de mais colunas em forma de papiro. É a parte mais conservada e elegante do templo.

Também este templo tem uma sala hipostila que servia de vestíbulo ao pátio principal. Este tem 32 colunas em forma de papiro (haja colunas!). A antecâmara seguinte foi transformada numa igreja pelos romanos no séc. IV d.C. Uma segunda antecâmara (a capela das oferendas), mais pequena do que a primeira, conduz a outra sala com colunas, tendo ao centro o Santuário da Barca Sagrada. Finalmente, por detrás desta sala, uma outra leva a um pequeno santuário danificado onde houve outrora uma estátua dourada de Amon.

Colossos, interior do templo de Luxor

Colossos, interior do templo de Luxor

IMG_2627

Relevos I

Relevos II

Relevos II

Paredes repletas de frescos, Templo de Luxor

Paredes repletas de frescos, Templo de Luxor

Em 1989, obras que se realizavam no templo colocaram a descoberto 22 estátuas do Império Novo, que estão hoje expostas no museu da cidade de Luxor, situado na corniche el-Nil, a meio caminho entre os templos de Luxor e de Karnak. Este está aberto ao público das 9 às 13 horas e das 16 às 21 horas diariamente.

O templo, junto à corniche el-Nil

O templo, junto à corniche el-Nil

Informações úteis:

  •     Localização: Corniche el-Nil
  •     Horários: No verão, diariamente aberto das 6h às 22h. No inverno, diariamente das 6h às 21h.
  •     Preço: 50 LE (Outubro 2012) ou 6,14€
Anúncios

About Desporto: viajar

Jornalista de profissão, devorador de viagens por paixão. Sempre que me quiserem encontrar, vou estar por aí.

4 responses to “Egito: O templo que domina as margens do Nilo em Luxor”

  1. Bóia Paulistaa says :

    Olá.Tudo bem? 🙂

    Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem.

    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Natalie – Boia Paulista

    Gostar

    • Desporto: viajar says :

      Oi Natalie. Obrigado pela escolha.
      É sempre um prazer quando somos escolhidos para a vossa Viajosfera. E dessa vez tem um significado ainda maior porque o blogue faz hoje seu 1.º ano de vida.
      Já vou preparar-me para o aumento esperado dos acessos.
      Beijo,
      Feliz Natal

      Gostar

  2. Valéria says :

    Parabéns pelo blog! Reportagens e imagens belíssimas! abraços do Brasil, Valéria.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: