O palácio real de Aranjuez

O Palácio Real de Aranjuez

O Palácio Real de Aranjuez

O Palácio Real de Verão é o responsável pela vinda diária de milhares de turistas à pequena cidade de Aranjuez, situada a apenas alguns quilómetros de distância de Madrid. Ali, o luxo e a ostentação andam de mãos dadas em todas as suas salas barrocas reflectindo o bom gosto dos seus dois impulsionadores: os reis Fernando VI e Carlos III. O primeiro decidiu acabar a construção do palácio. Já o segundo foi responsável pelo seu aumento. Mas uma passagem pelo palácio deve incluir também uma visita aos seus três quilómetros quadrados de jardins, dispostos em volta de um pavilhão medieval junto de uma represa natural na confluência dos rios Tejo e Jarama. A visita vale a pena e o local é facilmente acessível de comboio desde a estação madrilena de Atocha.

Palácio Real

O palácio actual de Aranjuez foi mandado construir no local de um anterior consumido pelo fogo. Actualmente, a visita guiada leva-nos através de inúmeras salas, das quais se destaca a da Porcelana Chinesa, a dos Espelhos e uma outra, do Fumo, inspirada no Alhambra, localizado em Granada. Juan Bautista de Toledo e Juan de Herrera desenharam o edifício do palácio obedecendo a um estilo classicista após encomenda do rei Felipe II. Os trabalhos ficaram-se nessa altura pela metade, tendo sido posteriormente continuados nos reinados de Felipe V e de Fernando VI. O projecto original manteve-se por pouco tempo, uma vez que Carlos III mandou acrescentar duas novas alas ao edifício. Infelizmente, não é permitido fotografar o interior do palácio pelo que esta entrada no blogue será ‘pobre’ nesse aspecto.

SAM_0501

Palácio Real de Aranjuez

SAM_0522

Palácio Real de Aranjuez

SAM_0540

Palácio Real de Aranjuez

Os jardins

Deve-se igualmente a Felipe II a quase totalidade dos três quilómetros de jardins existentes ao redor do palácio real. Da sua altura, século XVI, conservam-se o jardim da Ilha e o jardim do Rei. A decoração de ambos, principalmente as fontes hoje ali existentes, deve-se por seu lado ao rei Felipe IV. Já o jardim do Príncipe, do século XVIII, está decorado com fontes e árvores das Américas.

Os jardins

Os jardins

SAM_0550

Os jardins II

SAM_0563

Os jardins III

SAM_0624

Os jardins IV

SAM_0625

Os jardins V

SAM_0626

Os jardins VI

SAM_0634

Os jardins VII

A Real Casa del Labrador

Situada na extremidade dos jardins, a Real Casa del Labrador é um pavilhão ricamente decorado construído por Carlos IV. O exterior modesto contrasta com a magnificência do interior. Os têxteis ali existentes são de particular interesse.

Informações úteis:

  • Como chegar:

Desde a estação de Atocha, em Madrid, basta apanhar o comboio Cercanias (C3) que o levará diretamente até à cidade de Aranjuez. A tarifa ida e volta é de aproximadamente 5 euros. Dali até ao palácio real são cerca de 20 minutos a pé. Basta seguir as indicações no local.

SAM_0658

Estação de Aranjuez

  • Preços e horários de funcionamento:

No Verão das 10h às 20h. No Inverno, que começa em Outubro, o palácio fecha duas horas mais cedo. O bilhete custa 9 euros. Mais informações aqui.

Anúncios

Etiquetas:, , , , , , , , ,

About Desporto: viajar

Jornalista de profissão, devorador de viagens por paixão. Sempre que me quiserem encontrar, vou estar por aí.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: