Visita rápida ao Museu do Prado

O Museu del Prado, localizado no Paseo del Prado, em Madrid, contém o maior acervo mundial de pintura espanhola, em particular obras de Velázquez e de Goya. O espaço também contém preciosas colecções estrangeiras, particularmente de obras italianas e flamengas, reflectindo o poder da coroa espanhola, bem como o seu domínio no passado sobre o norte de Itália e os Países Baixos. O edifício onde o museu está oficialmente instalado foi concebido por Juan de Villanueva, em estilo neoclássico, em 1785, por ordem de Carlos III. Abriu ao público como museu alguns anos depois, em 1819. A colecção permanente está disposta cronologicamente nos três andares principais. No rés-do-chão, apesar da predominância das exposições temporárias e da escultura, é já possível ver obras-primas de Goya, de Rafael, entre outros. Velázquez domina o primeiro andar, enquanto Goya está novamente presente nos dois andares de cima.

Uma das entradas do Museu do Prado

Uma das entradas do Museu do Prado

IMG_6707

As filas para entrar no Prado

IMG_6712

Estátua de Goya, junto a uma das entradas do museu

Visitei o Museu do Prado em duas horas. À pressa. Poderá ser isto visto como uma blasfémia? Talvez. Mas para quem já tinha pouco tempo para estar em Madrid como eu tinha, as duas horas foram melhor que nada. Valeu o planeamento antecipado da visita que me permitiu entrar no espaço de forma gratuita e ainda ver as 50 obras-primas do museu. Como é que isso foi possível? Eis as dicas principais para não se perder dentro do Prado.

  • É possível não pagar os 14 euros do bilhete oficial e entrar no Prado para ver, ainda que rapidamente, as suas obras-primas. De segunda a sexta-feira, das 18 às 20 horas, as portas do espaço abrem-se aos visitantes durante duas horas sem cobrar nada pela sua visita;
  • Vá cedo porque as filas de espera são certas. Assim evita perder o precioso tempo que tem, somente duas horas, à espera;
  • Assim que chegar ao espaço, junto das bilheteiras, adquira a planta do Museu Nacional do Prado. Escolha a língua que mais lhe convir;
  • Perca cinco minutos e organize a sua visita em redor das salas que mais despertarão a sua curiosidade. Para facilitar esse processo, vá directamente à secção das obras-primas nesse guia e destaque as pinturas dos artistas que pretende ver. Especial atenção para, naturalmente, Goya e Velázquez, mas também para Rembrandt, El Greco, Caravaggio, Rafael, Tiziano ou outros menos conhecidos como Fra Angelico, Van der Weyden e Durer.
  • Já no interior, eis os principais números das salas a reter:

No piso do rés-do-chão, junto das bilheteiras, pode tomar logo contacto com alguma da pintura italiana que compõe o acervo do museu. É nessa ala, na sala 49, que poderá ver a obra-prima de Rafael, ‘O Cardeal’. A secção de pintura italiana do museu, distribuída um pouco pelos três pisos do espaço, abrange desde o primeiro Renascimento, com Fra Angelico ou Botticelli, até ao século XVIII com Tiepolo. Assim, logo ali ao lado, na sala 56B, está ‘A Anunciação’ de Fra Angélico. A pintura flamenga e alemã também se encontram representadas no rés-do-chão, respectivamente, com ‘A descida da cruz’, de Van der Weyden, que se poderá ver na sala 58, e com ‘Adão e Eva’, de Durer, na sala 55B.

‘O Cardeal’, Rafael, D.R.

‘A Anunciação’, Fra Angelico, D.R.

O primeiro piso, por seu lado, contém o miolo das obras-primas do museu do Prado. E muita, mas muita pintura espanhola. É por ali que poderá ser visto, na sala 8B, ‘O cavaleiro com a mão no peito’, de El Greco, e todas as pinturas assinadas por Velázquez, distribuídas pela sala 9A e ao longo das salas 10 a 15. O incrível quadro de ‘As meninas’ domina, por exemplo, toda a sala nº 12. Mas, por ali, também há imensos quadros de Goya, designadamente, ‘A família de Carlos IV’, na sala 32, ‘A Maja nua’, na sala 36, ou ainda o ‘3 de Maio de 1808 em Madrid’, nas salas 64 e 65. Neste piso poderá ainda contactar de novo com obras italianas, de Caravaggio (‘David vencedor de Goliat’, sala 6), Tiepolo (‘Imaculada Conceição’, sala 23) ou Tiziano (‘O imperador Carlos V, a cavalo em Muhlberg’, sala 27). Se for fã de Rembrandt vá directo à sala 16B para ver uma obra-prima do pintor: ‘Judith no banquete de Holofernes’.

‘O cavaleiro com a mão no peito’, El Greco, D.R.

‘As Meninas’, de Velázquez, D.R.

‘O 3 de Maio em Madrid…’, Goya, D.R.

O segundo piso contém ainda alguma pintura espanhola de 1700 a 1800, de onde sobressai ‘O guarda-sol’, de Goya, presente na sala nº 85.

Interior do museu do Prado, D.R.

A pintura espanhola, parte integrante da colecção permanente do Museu del Prado, obedece a um critério cronológico que começa nos murais românicos do século XII e termina com a produção de Goya, já no século XIX. Da colecção, há ainda obras de Ribera, Murillo e outros pintores do chamado Século de Ouro da pintura espanhola. Apesar de estarem reduzidas em número nesta colecção, se comparadas à pintura italiana e flamenga por exemplo, há ainda pinturas britânicas e francesas a salientar. As primeiras, com Gainsborough, Reynolds e Lawrence à cabeça, reflectem a época do esplendor cultural de Inglaterra. Já as francesas, de Poussin e Claude Lorraine, desvendam as relações hispano-francesas durante o século XVII e as aquisições passadas de alguns reis, como Felipe IV ou Felipe V.

  • Para mais informações sobre o museu, favor pesquisar página oficial aqui.

NOTA: Com esta entrada sobre o Museu del Prado termino a série de entradas no blog dedicadas a Madrid. As imagens que constam neste post são retiradas da Internet, devido à impossibilidade de o interior do museu ser fotografado, e como tal os seus direitos são reservados. A partir da próxima semana, uma nova série de entradas tomará o lugar de Madrid. É a vez de Istambul. Até lá.

Anúncios

Etiquetas:, , , , , , , , , , , , , , , ,

About Desporto: viajar

Jornalista de profissão, devorador de viagens por paixão. Sempre que me quiserem encontrar, vou estar por aí.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: