Archive | Sem Categoria RSS for this section

O novo Desporto Viajar

O destino é um detalhe. Viajar é o que realmente importa.

É impressionante o número cada vez maior de pessoas que pesquisa na Internet informações variadas sobre todos os destinos turísticos à face da terra. Procuram ser autónomas, baseando-se mais em dicas presentes em blogues online em vez de seguirem aquele turismo de agências de viagens, onde tudo é organizado previamente tornando meio impessoal a viagem de cada um. Como resposta a este fenómeno, o número de blogues online tem vindo a aumentar consideravelmente.

E é por isso que decidi eu próprio fazer mais do que aquilo que já fazia. Ter um blogue simplesmente já não me satisfazia. Queria fazer melhor. Fazer diferente dos outros. Decidi por isso dar o salto e melhorar significativamente o meu Desporto Viajar. Os números obtidos motivaram-me a isso. Em 4 anos no ar e ao fim de quase 130 artigos, 150 mil pessoas acharam, pelo menos uma vez, interessante aquilo que eu partilhava do que conhecia pelo mundo fora. Mais de 80 mil voltavam com frequência. São números deixados por visitantes de Portugal e Brasil, mas também por toda a diáspora que se encontra espalhada por esse mundo fora.

O novo Desporto Viajar continuará, ainda assim, a ser um blogue exclusivamente pessoal, embora surja agora com um design apelativo, organizado e com uma navegação mais acessível e optimizada, seja por mapa, categoria ou etiqueta. As mudanças foram feitas utilizando toda a estrutura que já existia anteriormente. Um dos grandes desafios vai passar, igualmente, e a partir de agora, pela maior participação e interacção com os leitores, além de uma divulgação mais ativa em redes sociais como o Facebook, o Instagram e o Twitter. As actualizações serão feitas semanalmente, todas as terças-feiras. É esse o objectivo a que me proponho. O design do site foi idealizado pelo Dinis Carrilho e a sua implementação esteve a cargo do Paulo Gomes.

Antes
Antes
Depois
Depois

Para já, e apesar da insegurança que se vive, infelizmente, hoje em dia, terminarei a série de publicações sobre Istambul, em stand by desde o momento em que decidi reflectir e ‘lavar a cara’ ao Desporto Viajar. Há oito meses. Muito tempo. A seguir virá, finalmente, a viagem à Tailândia, que, acredito, poderá ajudar a alavancar ainda mais o site, tornando-o numa referência cada vez maior entre os seus pares. E uma vez ou outra, intercalarei esses textos com outros de locais magníficos que tenho vindo a conhecer dadas as vantagens da profissão que tenho.

Que venha de lá essa escrita então. A partir de agora, vamos nos encontrar sempre em www.desportoviajar.com. Porque a felicidade é uma viagem, não um destino.

Lá vos espero. Até já.

Oito meses depois

Oito meses.

Oito meses sem publicar nada. Desde dia 11 de Dezembro do ano passado, sim do ano passado, estive sem computador em casa. As fotos das imensas viagens que já tinha feito, a que se foram somando outras de novas viagens que entretanto fui fazendo, estiveram em risco de se perderem. Irremediavelmente.

Mas, agora, com um computador novo e com a garantia de todo o histórico oficialmente recuperado, o Desporto: Viajar vai regressar em força. E há tanto para contar.

Além da série sobre Madrid e arredores, que teima em não estar toda publicada, falta divulgar os circuitos que fui fazendo pelo Minho, essa região encantadora do meu país, por Istambul, cidade turca maravilhosa, e, finalmente, os meus vinte dias pela Tailândia. Uma viagem de sonho adiada quatro vezes.

Entretanto, é preciso ir publicando coisas que o meu trabalho me vai permitindo descobrir. São Tomé e Príncipe é disso um grande exemplo. Quem diria que este pequeno país encravado no golfo da Guiné, em África, iria despertar em mim tanta paixão? E Accra, no Ghana? Estou verdadeiramente entusiasmado com toda esta africanidade. E quero conhecer mais deste maravilhoso continente…

E, claro, não esquecerei também a Europa aqui no blogue. E já conheci tanto desde Dezembro do ano passado…

É o regresso em força do Desporto: Viajar. E agora vai!

Até breve.

A minha nova máquina, finalmente

A minha nova máquina, finalmente

A caminhar para os três anos de vida

Não, o blogue não está esquecido. E sim, há muito para aqui escrever e por em dia. Dia 20 de Dezembro, o Desporto: Viajar faz três anos de vida. Três anos, como o tempo passa depressa. E é engraçado ver como a minha vida pessoal e profissional mudou imenso desde aí.

Três anos de vida

Não vou, ainda, fazer a retrospectiva de 2014 (isso geralmente deixo para a última semana do ano), mas vou aproveitar para fazer de novo uma análise das estatísticas do blogue. Os números falam por si: quase 90 mil visitas únicas e mais de cem entradas já criadas. Na verdade, este é o post número 113. Números avassaladores, que só não cresceram ainda mais devido a um conjunto de circunstâncias especiais que fizeram deste ano, o meu melhor ano de sempre.

O meu novo trabalho

Entrei para a TAP, em Março, onde trabalho como comissário de bordo. O recrutamento começou no ano passado e o curso, que me formou, decorreu em Janeiro e em Fevereiro. Nessa altura do ano, decidi eu mesmo parar de escrever aqui no blogue para me dedicar a cem por cento àquilo que mais queria: entrar para a TAP. E consegui. A partir daí comecei a trabalhar a um ritmo avassalador e a conhecer destinos que jamais pensei conhecer, sobretudo a um ritmo alucinante… Nestes meses, já conheci Paris, Milão, Veneza, Bruxelas, Berlim, Frankfurt, Munique, Genebra, Oslo, Helsínquia e, inclusive, Accra, no Gana, país onde nunca imaginei sequer por os meus pés. Tive oportunidade de visitar pela primeira vez a Madeira, de revisitar Madrid, Barcelona e Roma. Como estou a adorar isto tudo…

user_countries

O meu mundo

Por causa disso mesmo, deixei de escrever no blogue, apesar de esporadicamente ir colocando aqui alguma coisa dessas viagens. Paris, Oslo e o Funchal foram disso bons exemplos. A velocidade com que viajo leva-me a não ter tempo de assimilar o que vejo, muito menos de transpor para todos aquilo que sinto. E, com isso, as séries de viagens sobre as minhas férias foram ficando mais e mais adiadas. Na forja, estão Madrid e arredores (que estou a publicar aqui no blogue), o Minho e Istambul, que visitei este ano nas minhas férias.

Eu, em Istambul

Quando em Outubro tinha tomado a decisão de recomeçar a escrever ritmadamente aqui no blogue, o meu computador pessoal pifou. Nele estão muitas fotos pessoais das minhas viagens que colocam em risco o enriquecimento dos muitos posts que ainda me faltam escrever. Mas, vale-me o Facebook, onde a grande maioria está armazenada. Em risco mesmo, estão as fotos de Istambul, que não transpus para a rede social. Corro o risco de as perder para sempre, se quem me arranjar o computador não as conseguir salvar. E, com isso, a série sobre Istambul está seriamente comprometida.

Apesar disto tudo, as visitas ao Desporto: Viajar têm vindo num crescendo. E este terceiro ano, foi o ano dos recordes. Em Agosto de 2014, ápice do Verão europeu, recebi mais de 4100 visitas. E, em termos homólogos, o crescimento tem sido sisemático. Falo de 15% de crescimento. É obra. Ainda o ano não acabou e já excedemos em quase 7 mil as visitas alcançadas o ano passado. E tudo isto seria ainda melhor senão tivessem sido as contigências de que falei acima. É sabido que quantos mais posts forem sendo publicados, maior habituação vai sendo criada entre quem lê. Ainda assim, o meu número de seguidores por aqui não tem parado de crescer.

Os responsáveis pelo maior número de visitantes do blogue | D.R.

O Brasil ultrapassou, como já esperava, Portugal no top dos maiores visitantes e responde já por mais de 37 700 visitas, deixando Portugal nas 35 823. O top 10 é completado, por esta ordem, pelos EUA, Espanha, Itália, França, Alemanha, Reino Unido, Canadá e México. No fim da lista estão países como Timor-Leste, Honduras, Omã e, pasme-se, Mauritânia. O mapa mundo do meu blogue está coberto de visitantes de todo o lado, embora eu não entenda como um país como a China não responda por nenhum dos meus visitantes.

A série sobre o México ainda é a mais visitada, embora haja um grande apetite também por Roma, Barcelona e, agora, Madrid. Os posts sobre o Egito também vêm a subir paulatinamente na média anual.

Ainda é cedo para falar de 2015, mas dia 19 de Janeiro parto, FINALMENTE, para a Tailândia. Um sonho adiado 3 vezes. À quarta vez, será de vez. Até lá espero colocar mais posts no Desporto: Viajar sobre Madrid, para falar da Gran Vía, do Retiro, dos Museus e do Monumento ao 11 de Março, em homenagem às vítimas dos atentados terroristas, na estação de Atocha. As cidades dos arredores virão depois.

Tailândia, finalmente! | D.R.

Obrigado por todo este acompanhamento massivo nos últimos três anos. E que venham mais três, quatro, cinco, etc, enquanto o meu Desporto preferido não cansar: viajar. Até já.

Paragem e mudança de vida

Os leitores mais assíduos do Desporto: Viajar já devem ter reparado que o blogue está sem actividade desde o passado dia 30 de Dezembro, quando foi publicada a retrospectiva do ano anterior e as perspectivas para este ano.

Nos últimos parágrafos desse post mencionei que uma mudança poderia e muito mudar a minha vida. E essa mudança aconteceu. Tornei-me num comissário de bordo da TAP Portugal. Este período de paragem no blogue coincidiu precisamente com a minha frequência no curso ministrado pelos formidáveis e exigentes formadores desta empresa. Poderia perfeitamente ter conciliado as entradas no blogue com esse curso, mas, agora, vejo que tomei a opção certa ao ter-me dedicado a 100 por cento àquele curso.

Mas o processo para entrar na TAP Portugal começou bem antes de Janeiro. Em Outubro, mais precisamente. Passei por uma fase de recrutamento exigente, em que milhares de outros candidatos foram ficando para trás, e, eliminatória após eliminatória, fui ganhando o direito de chegar à etapa final: a frequência no curso da TAP Portugal.

Depois disso, foi então a vez do curso. Aprendi muito, estudei ainda mais, conheci pessoas fantásticas e sinto que, a cada dia que passa, sou uma pessoa extremamente privilegiada por fazer agora parte desta empresa que está com uma dinâmica fantástica. E a crescer cada vez mais. Obviamente, também, voei: para Dusseldorf, na Alemanha, para Amesterdão (Holanda) e Budapeste, na Hungria. Voar como comissário de bordo dá mesmo uma perspectiva completamente oposta das viagens de avião realizadas enquanto passageiro. O ano de 2014 promete ser ainda melhor do que os anos anteriores não fôssemos nós abrir 10 rotas novas de uma só vez: 4 de longo curso (Belém e Manaus, no Brasil, Bogotá e Panamá) e 6 de médio curso (Nantes, Hannover, Belgrado, São Petersburgo, Gotemburgo e Tallinn).

É por isso que eu disse que esta mudança de vida iria enriquecer e muito o blogue. A profissão permite, de facto, conhecer muitos locais novos, a uma enorme rapidez. Assim, o blogue vai aproveitar também esta dinâmica e crescer ainda mais.

Vou terminar, para já, a série sobre Barcelona. 4ª ou 5ª feira entra o post adiado ad eternum sobre Tibidabo a que se seguirão, posteriormente, as famosas Dicas a Reter. E fica a promessa de muitos e novos posts a partir de agora de países conhecidos durante as minhas férias e de várias cidades belíssimas existentes por essa Europa fora. E haverá espaço também para dar a conhecer outros locais mais exóticos de África, que jamais esperei conhecer.

Continuem, por todos estes motivos, a acompanhar o blogue. Até breve!

O nosso segundo ano de vida

É impressionante para mim o quanto este blogue cresceu em apenas dois anos. Se há um ano atrás, o Desporto: Viajar tinha registado mais de 15 mil visitas únicas, esse número mais do que triplicou em apenas mais um ano, fazendo-nos aproximar da marca das 50 mil visitas únicas. Por isso, repito, é um crescimento impressionante! Uma trajectória de sucesso!

Infelizmente, julgo que a crise e a falta de dinheiro dos portugueses nos seus bolsos tem-se repercutido na descida drástica das suas visitas ao blogue. Muitos procuram-no ainda, obviamente, mas não com a mesma ‘força’ de outrora. E, quando o pesquisam, dão mais ênfase à série que tenho publicado actualmente sobre Barcelona e a Roma/Cidade do Vaticano. Também continua a existir muita procura aqui pelo México, mas não como antigamente. O Egito, contudo, nem vê-lo. Uma pena.

E, nisto as visitas do Brasil, principalmente dos meus amigos conterrâneos e de alguns blogueiros assíduos que batem ponto aqui semanalmente, têm subido astronomicamente. Até ao fecho do dia de hoje, das quase 50 mil visitas, separavam Portugal e Brasil apenas 65 visitas únicas. Temo que, no futuro, o Brasil acabe por responder pelo maior numero de acessos, o que seria uma pena para mim porque, sendo este um blogue português de Portugal, seria natural que devesse ter mais visitas do seu país… Mas, é bom frisar que, independentemente disso, os amigos brasileiros são todos muito bem-vindos aqui. Sempre foram e continuarão a sê-lo.

Depois de Portugal e do Brasil, seguem-se os EUA (onde existe uma grande comunidade portuguesa), a Itália, a Espanha, o Canadá, a França, o México, a Alemanha e o Reino Unido, que completa o top 10 de acessos por origem de país.

Continuando a analisar as estatísticas, dá também para constatar que dois posts sobre o México são os mais vistos, embora tenham trocado entre si a ordem de há um ano. O top 3 fica completo com a entrada que dediquei a Ostia Antica, perto de Roma, que é simultaneamente a entrada mais vista dessa mesma série. Já sobre o Egito e Barcelona, os dois conjuntos de relatos que fui aqui deixando ao longo deste ano, as entradas mais vistas são, respectivamente, a que diz respeito ao Vale dos Reis (mais de 720 visitas únicas) e ao bairro Gótico, esta última ajudada e muito pelo site Viaje na Viagem.

Vale dos Reis, Luxor, Egito | D.R.

Bairro Gótico, Barcelona

Foi também neste segundo ano de vida que o Desporto: Viajar bateu o seu maior número de visitas únicas num só dia: 243, no passado dia 20 de Setembro. As visitas mensais têm estabilizado numa média de quase 80 por dia, embora Dezembro vá ser aquilo que eu chame de um mês ‘mau’ porque apresenta dados mais baixos do que o resto do ano. Ainda assim, e em termos homólogos, a média de visitantes subiu de 66 para 70 em um ano. Uma tendência crescente.

Não vou fazer ainda a retrospectiva do que foi este ano aqui no blogue, muito menos antecipar o que por aí vem em 2014. Esse post fica para a semana. Vou, apenas, despedir-me dos leitores e desejar que continuem a acompanhar o Desporto: Viajar futuramente. Um santo Natal para todos, com a família e amigos em redor, muita saúde, alegria e paz. Boas Festas.

D.R.

%d bloggers like this: